Christophe Spoto

Pintor e desenhista o foco atual de sua pesquisa são os fragmentos da natureza na paisagem urbana. Em sua pintura, que utiliza materiais históricos como terras naturais e pedras moídas, como por exemplo o lápis lazúli, o vermelhão, a malaquita; e técnicas históricas como a aquarela, a têmpera a ovo, e a tinta à óleo, o artista constrói, com a sobreposição de desenhos e camadas de pintura - durante dias e semanas - o sutil movimento das plantas de seu jardim, o rápido movimento das nuvens no céu, em sua obra.     

 

No final dos anos 90 intensifica sua pesquisa sobre técnicas e materiais históricos de pintura, fabrica suas telas e tintas, coleta e refina pigmentos brasileiros. Em 2013 ministrou o curso “La Fabbrica dei Colori”, sobre a fabricação artesanal de tintas e técnicas históricas de pintura e suas possibilidades de uso na arte contemporânea no “PAV Parco Arte Vivente - Centro sperimentale d’arte contemporanea” em Turim, Itália.

1/4

© 2017 USINA 14 - coletiva de arte

  • Grey Instagram Icon
  • Grey Facebook Icon